Hillary Clinton doente

O que parecia ser apenas um boato vem cada vez mais tomando forma como verdade, pois já são muitas as ocasiões em que a candidata à presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton, do partido democrata, passa mal durante eventos públicos e tem de ser socorrida pelos seus assistentes.

O mais recente episódio foi durante a celebração do aniversário dos atentados de 9 de setembro, quando ela se sentiu mal e precisou abandonar o evento às pressas, e ainda desmaiando na entrada de uma Van que lhe esperava. Tenho visto muitos comentaristas políticos americanos dizendo que, comprovadamente, ela está muito doente, e muitos afirmando que ela está à beira da morte. Do outro lado, vemos o candidato republicano, Donald Trump, sendo alvo constante de críticas e questionamentos quanto à sua capacidade de exercer o cargo de presidente dos Estados Unidos, em especial devido às suas declarações quase sempre polêmicas. Este é um quadro jamais visto em uma eleição presidencial norte-americana! Os dois candidatos estão sendo apresentados à opinião pública como incapazes de assumir o cargo a que postulam! E isto coloca combustível na possibilidade que muitos tem levantado, de que que esta eleição presidencial nos Estados Unidos possa ser cancelada! Há determinadas situações, previstas na constituição americana, em que as eleições podem ser suspensas sim. Uma delas é no caso de haver alguma catástrofe que afete o país de forma significativa. O presidente atual, Barack Obama, pode em tal situação decretar lei marcial no país, e suspender as eleições. Muitas pessoas já levantaram esta possibilidade, entre elas o ex-candidato Ben Carson, que era o meu preferido. Ele disse há alguns meses, em entrevista para uma das principais emissoras do país, que o cenário internacional e a crise por que passa a América são fatores que podem sim levar a uma suspensão das eleições presidenciais. Opino que esta é uma possibilidade real, especialmente diante da ridicularização a que estão submetidos os dois candidatos atuais ao cargo de presidente. Donald Trump é atacado de todos os lados, e Hillary Clinton idem, com o agravante dos questionamentos, bastante reais, sobre a sua saúde e capacidade física para exercer a função de presidente. "Cada um pior do que o outro" é a forma como os dois candidatos estão sendo apresentados à opinião pública americana e internacional! Estejamos atentos aos acontecimentos, e vejamos o que vai ocorrer.

Veja também:

  • 1